top of page

A Psicoterapia Pode Ajudar frente a uma situação de Aborto


O aborto é um assunto muito delicado e emocionante que pode ter um impacto significativo na saúde mental das pessoas envolvidas. De acordo com a psicologia, o aborto pode ser visto como um evento estressor que pode resultar em uma série de emoções negativas, incluindo ansiedade, tristeza, culpa e vergonha. Além disso, pode haver problemas psicológicos mais sérios, como transtornos de ansiedade, transtornos de estresse pós-traumático e transtornos depressivos.


O aborto pode ser um evento traumático para algumas mulheres, especialmente aquelas que têm crenças religiosas ou morais fortes ou que enfrentam pressão social ou estigma em relação ao aborto. Essas mulheres podem experimentar culpa, vergonha e isolamento social, o que pode agravar ainda mais seus sintomas de saúde mental.


Por outro lado, para outras mulheres, o aborto pode ser visto como uma escolha consciente e necessária para sua vida e saúde. Embora essas mulheres possam experimentar algum nível de tristeza ou preocupação, elas também podem experimentar alívio, esperança e determinação.


De qualquer forma, é importante lembrar que todas as mulheres são únicas e que a forma como elas lidam com o aborto pode variar amplamente. Algumas mulheres podem precisar de apoio psicológico e terapia para ajudar a lidar com seus sentimentos em relação ao aborto, enquanto outras podem lidar bem com o evento sem ajuda adicional.


Em conclusão, o aborto é um assunto complexo que pode ter um impacto significativo na saúde mental das pessoas envolvidas. Se você ou alguém que você conhece está lidando com o aborto, é importante lembrar que existem recursos e apoio disponíveis para ajudar a lidar com as emoções e preocupações que podem surgir.


Psicologia Popular - Viva Bem, Viva Zen!

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page